Espírito Santo: Anaspra vai trabalhar na Câmara e no Senado para reverter exclusões

Qui 10, 2017 Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
O presidente da Associação Nacional de Praças (Anaspra), cabo Elisandro Lotin de Souza se sensibilizou com a situação dos policiais militares que foram excluídos da Polícia Militar do Espírito Santo em outubro. Em entrevista para a equipe de reportagem da Associação de Cabos e Soldados da PM e Bombeiro Militar do Espírito Santo (ACS-ES), 
ele prometeu afinco no trabalho para reverter a situação de exclusões. 
 
Para Lotin, infelizmente essa é uma prática comum entre os governadores, independentemente de partido e de ideologia. “Esse é o tipo de expediente mais comum parar tolher a liberdade expressão e de reivindicação dos policiais e bombeiros militares, principalmente praças, no Brasil. Esse é um expediente que tem que ser extirpado da nossa sociedade, pois policiais e bombeiros são profissionais e também têm direitos fundamentais”, afirmou.
 
Cabo Elisandro Lotin disse também que a Anaspra, como fez em outros momentos da história recente, quando praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de diversos Estados foram excluídos por participar de movimento reivindicatório, vai trabalhar na Câmara dos Deputados e no Senado Federal para reverter essa situação, por meio da anistia aprovada em lei. “Afinal, esses militares estaduais não cometeram crimes, apenas reivindicaram melhores condições de trabalho e salários dignos”.
 
E acrescentou: “Nas outras vezes, felizmente, tivemos vitórias. E, em todas as oportunidades que estivermos em Brasília, vamos precisar da força, da mobilização e da participação das entidades representativas, do Espírito Santo e dos demais Estados, para, juntos, conquistar essa anistia”.
 
Exclusões
 
A Associação de Cabos e Soldados está lutando desde o dia 4 de abril deste ano pela anistia dos policiais militares em âmbito federal e também pugnou pela anistia administrativa em documento enviado ao governo, após o movimento paredista de fevereiro. Seis policiais que faziam parte da ROTAM foram expulsos pela PMES acusados de envolvimento no movimento.
 
A publicação foi feita no dia 19 de outubro e conta com os nomes dos soldados Charles Campos Schneider; Diego de Lima Rodrigues; Lucas Lana Vaz; Maicon de Araujo Fabres; Vagner de Souza Santos e Rodolfo Santos Urias Cunha Karckbart.


Com informações do site ACS-ES
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Ler 55 vezes Última modificação em Quinta, 26 Outubro 2017 12:22
ANASPRA - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PRAÇAS

Anaspra é a consolidação do projeto acalentado pelas lideranças organizadas nas inúmeras entidades de classe do país.